Os meus bolbos em água!

Tenho que partilhar convosco… estou radiante! Afinal tenho um dedinho verde! Os meus bolbos estão a florir!

Após anos e anos a assassinar plantas por regar demais ou por falta de água, consegui, esta não morreu!!!! Mas não foi fácil, tive de ter dedicação e paciência, coisas que eu pensava ter esgotado há muito tempo!

O (pequeno) sucesso que vocês vêem não foi a primeira tentativa mas vou contar-vos tudo! Sempre fui impaciente, sobretudo no que toca às plantas. E não tem dado grandes resultados. Vi em certos sites que é possível cultivar plantas de forma duradoura apenas com água. Como vivo em apartamento, embirro com os vasos com terra, até porque desconfio de uma certa indivídua, de nome Fanny, que vai rapar na terra e ás vezes mastigar e por conseguinte arrancar uma planta ou outra.

Foi no mês de novembro que li algures na net que se podiam cultivar os bolbos apenas em água. Achei muito sofisticado, prático e limpo. Toca a comprar alguns e a pousá-los em contacto com a água. Atenção, não os mergulhem completamente porque os bolbos podem apodrecer! Pode-se utilizar pedrinhas bonitas ou berlindes, água limpa e um jarro de vidro. Esperei, esperei e nada. Mais de um mês de espera e nada.

Pois, tinha visto imagens mas não tinha feito bem a pesquisa! E para vos poupar esse trabalho, aqui fica a informação que me faltou inicialmente. Essa técnica funciona sim mas antes de colocar os bolbos para brotar, devem-se por a hibernar, para simular o inverno profundo. Por isso, em fins de dezembro, retirei-os do vaso e limpei-os bem sequinhos. Embrulhei-os num saco de papel e guardei-os no  fundo da gaveta do frigorífico. Devem-se arrumar num local seco, frio e escuro por cerca de seis semanas. Assim fiz e nem pensei mais neles… até ao mês de fevereiro!

Na segunda semana de fevereiro, tirei-os do frigorífico voltei a pô-los no meu vaso de água limpa com berlindes, bem perto de uma janela ensolarada. Confesso que não estava muito confiante, dado o tempo perdido com os bolbos antes de os por a hibernar. Os meus ricos bolbos devem ter pensado: “Eh pá, calor, sol? É primavera, toca a florir!”

E assim foi e vejam só que linda flor e cheira tão bem! Para quem não conhece, esta flor é um jacinto. Os outros dois bolbos são de tulipas e ainda vão demorar a desabrochar, penso eu. Quando florirem partilho com vocês.

Beijocas verdes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *